Loki, Sylvie e Ravonna diante dos Guardiões do Tempo no quarto episódio O Evento Nexus
Entretenimento,  Série e TV

O EVENTO NEXUS | QUARTO EPISÓDIO DE LOKI

Como Tom Hiddleston bem havia dito em entrevista, o 4° episódio: O Evento Nexus, seria o mais intrigante da série para os fãs. Inegavelmente, é chegado o momento de afunilamento da história e agora podemos começar a analisar as teorias descritas até aqui e quem por que não, tecer mais algumas?

O quarto episódio, O Evento Nexus, nos mostra mais sobre o legado de Sylvie e o que a trouxe até os recortes atuais da história. A variante é declarada presa por crimes contra a Linha do Tempo Sagrada pela TVA ainda criança, sem revelarem o que de fato ela fez e que pudessem enquadrá-la como uma criminosa.

Ao que tudo indica, a variante no papel de Deusa da Mentira, mesmo com toda a inocência de uma criança que estava apenas brincando no palácio em Asgard, se revela muito inteligente apesar da idade, ao sacar uma saída breve e furtiva da TVA, mais rápida inclusive, do que a alternativa encontrada pela variante de Hiddleston.

EXISTINDO NOS FINS DOS MILHARES DE MUNDOS | O EVENTO NEXUS

Sylvie no quarto episódio: o evento nexus
(Divulgação: Loki | Disney+)

A variante de Sylvie passou pelos mesmos processos que Loki, ao chegar na TVA pela primeira vez, todavia, com uma diferença gritante de idade. Como ela bem cita no início do episódio ainda em Lamentis, ela consegue se lembrar de Asgard e de seu passado, não tão bem quanto gostaria, mas agora sabemos o porquê. Além de ter sido presa pela TVA, Sylvie teve todo o seu passado resetado por uma das cápsulas da Agência do Tempo, sendo assim, jamais poderia retornar ao seu lar.

“O universo quer se libertar, então manifesta caos. Como eu ter nascida a Deusa da Mentira. E assim que criei um desvio grande o suficiente na Linha do Tempo Sagrada, a AVT apareceu, apagou minha realidade e me aprisionou”.

Ainda que a TVA não tenha conseguido aprisionar ou podar Sylvie pelo fato dela ter conseguido escapar, a burocrata ao mesmo tempo, puniu a variante de maneira severa, tendo obrigado ela a se esconder e fugir durante toda a vida em apocalipses na Linha do Tempo Sagrado, por meio do Temp Pad que roubou de Ravonna. Antes de descobrir essa carta na manga, todos os lugares que Sylvie ia, mesmo sem pretensões, acabava ocasionando um evento nexus, pois a variante supostamente não deveria existir de acordo com as regras da burocrata.

O MITO DE NARCISO

Loki, Ravonna e Sylvie na sala dos Guardiões do Tempo no episódio: O Evento Nexus
(Divulgação: Loki | Disney+)

“Sou um narcisista e suponho que seja porque tenho medo de ficar sozinho”

Ainda no episódio anterior, pensamos na ironia que seria se Loki se apaixonasse por uma de suas variantes, e não tendo uma completa certeza disso, o 4° episódio abre essa possibilidade.

Como este fato é algo imprevisível na Linha do Tempo Sagrado, obviamente se cria um evento nexus a partir desse sentimento inesperado, o que ironicamente, os salvam do apocalipse da Lua Lamentis, já que eles acabam sendo descobertos pela TVA.

“Duas variantes do mesmo ser, especialmente você, formando esse tipo de relacionamento romântico doentio. Isso é puro caos. Isso pode quebrar a realidade.”

A VERDADE SOBRE A TVA E O ENTRELAÇO COM AS TEORIAS EM: O EVENTO NEXUS

Mobius e Ravonna no quarto episódio: o evento nexus
(Divulgação: Loki | Disney+)

Como já havíamos comentado nos textos anteriores, existem inúmeras teorias e possibilidades que envolvem o universo de Loki dentro da nova fase da Marvel, e a série do Deus da Mentira nada mais é do que uma grande introdução do multiverso que está sendo criado e que também estará presente nos próximos filmes e séries.

Com uma introdução minuciosa sobre os fatos envolvendo a TVA, sua criação e seus funcionários, agora é chegado o momento de questionarmos todas as informações dadas até aqui.

Como cantamos a bola anteriormente, fica claro que Ravonna Renslayer (Gugu Mbatha-Raw), tem completa ciência de quem está por trás dos Guardiões do Tempo e os reais propósitos por trás da fachada que a burocrata vinha sustentando até então.

Renslayer é uma das responsáveis pela apreensão de Sylvie ainda criança pela TVA e quando é questionada pela variante sobre qual crime a Loki teria cometido, é possível ver um sorriso sarcástico em seus lábios, respondendo mentirosamente de que não se lembrava do motivo enquanto estão no elevador, rumo à sala dos Guardiões do Tempo.

Outro ponto que tocamos e que ele se aproxima de ser real é sobre os funcionários da TVA. Assim como a agente C-20, Mobius também é uma variante que foi tirada de sua linha do tempo e recrutado como funcionário da TVA. Talvez por isso Mobius seja fascinado, por exemplo, por jet-skis sem realmente saber o porquê. Um personagem que ainda confiamos de que seja mais do que apenas fofo, é a Senhorita Minutos, que vive dando pistas em sua conta oficial no twitter, mas não apareceu no episódio: O Evento Nexus.

Apesar de Mobius não ter tido uma amostra de suas memórias como as demais agentes que foram encantadas por Sylvie, ele consegue perceber que o que Loki conta não parece tão surreal, talvez pela forte conexão que tenham feito um com o outro em um curto espaço de tempo. Ao averiguar o Temp Pad de Ravonna, Mobius assiste ao depoimento da agente C-20 e percebe de que também é uma das peças do xadrez que julgava comandar.

Antes de todas as funções, os funcionários da TVA tinham um passado, talvez uma família, uma vida, como o próprio Loki descreve para Mobius.

“Todos que trabalham na TVA são variantes. Os Guardiões do Tempo não os criaram, mas os sequestraram da linha do tempo e apagou suas memórias. Memórias essas que Sylvie, consegue acessar por meio do encantamento.”

QUEM CRIOU A TVA?

Ravonna
(Divulgação: Loki | Disney+)

A pergunta que não quer calar desde o primeiro episódio, mais do que nunca se persiste aqui. Em contraste com tudo o que é dito e ilustrado como verdade, se desfaz num piscar de olhos. Mas quais opções nos restam?

A imagem dos Guardiões na sala misteriosa dentro da TVA, não passa de androides sem mentes, como a própria Sylvie os descrevem, na realidade, eram uma fachada para quem realmente comanda a grande burocrata do tempo.

Não se sabe ainda qual linha dos quadrinhos a Marvel vai se basear ou até que ponto ela fará isso, levando em consideração que nos gibis, os Guardiões do Tempo realmente existem. Lembram da introdução que demos sobre eles lá no primeiro texto e a criação deles por parte do He Who Remains? Mais conhecido como o diretor final da TVA na Cidadela do Fim dos Tempos?

Em contrapartida a isso, para o universo cinematográfico, a Marvel parece ter uma ideia diferente sobre quem tanto deseja ter domínio ou soberania sobre a Linha Sagrada do Tempo. Cantamos uma outra bola que nos parece ainda mais palpável agora, principalmente dado ao comportamento de Ravonna: Kang – O Conquistador.

Em suma, nos quadrinhos Kang faz par romântico com Ravonna e é um gênio que deseja conquistar todas as linhas do tempo e realidades possíveis, chegando a se autointitular: O Mestre do Tempo. Caso a Marvel realmente tenha aberto mão da possibilidade dos Guardiões existirem, a versão com o Kang fica ainda mais plausível se ligarmos os pontos.

Uma outra teoria que está fervorosa na internet é a possibilidade de o próprio Loki, ou seja, uma variante dele mais experiente, estar por trás de tudo também.

CENA PÓS-CRÉDITO NO EPISÓDIO: O EVENTO NEXUS

(Divulgação: Loki | Disney+)

Demorou, mas finalmente a Marvel nos agraciou com uma cena pós-crédito no quarto episódio: O Evento Nexus. Quem tem acompanhado os textos aqui no Raprosando, também sabe que o que vimos por lá, já havia sido citado por aqui: outras variantes de Loki já conhecidas nos quadrinhos (outras nem tanto);

“Eu morri?”

“Ainda não, mas vai morrer se não vier conosco.”

Ao menos duas das quatro variantes de Loki que aparecem na cena pós-crédito são conhecidas de longa data dos fãs de quadrinhos, o Old Loki e o Kid Loki.

OLD LOKI:

Reprodução: Old Loki em Journey Into Mystery #85 | Marvel Comics

Esta variante de Loki talvez seja a mais conhecida das apresentadas, pois talvez seja o personagem mais antigo das linhas temporais. Nos quadrinhos, esta variante é conhecida como Old Loki ou Old Man Loki, mas na série é apresentada como Classic Loki (o que faz sentido).

O Old Loki é visto como uma das versões com maior teor de vilania do Deus da Trapaça e os trajes apresentados no episódio: O Evento Nexus, é o mesmo de sua primeira aparição na HQ de 1962, intitulada como Journey Into Mystery #85. Antes da versão de Tom Hiddleston, os fãs de longa data conheciam Loki pelos mesmos trajes utilizados pelo ator Richard E. Grant.

KID LOKI:

Reprodução: Loki Laufeyson (Kid Loki) e Thor Odinson em Earth #616 | Marvel Comics

O Kid Loki apareceu pela primeira vez nos quadrinhos de Thor #617, após Loki ter manipulado Norman Osborn para liderar os Vingadores e Hammer para atacar Asgard, desejando retomar seu lugar nos Nove Reinos. O erro do Deus da Trapaça foi subestimar o poder destrutivo do Sentinela, que acabou cedendo aos sussurros de sua persona do Vazio, liberando completamente seu poder e destruindo Asgard por completo. Tendo percebido que seus planos foram longe demais, Loki se arrepende e usa as pedras Norn para ajudar os Vingadores a derrotar o Vazio, mas acaba sendo morto por ele na frente de Thor.

Antes do Cerco de Asgard acontecer, Loki manipulou Hela e retirou seu nome do livro dela, que assim como na mitologia tradicional, é supostamente sua filha e a Deusa da Morte (governante dos espíritos dos mortos no dia de sua maturidade em outras dimensões de Hel e Niffleheim), assim como no universo Marvel.

Este fato permitiu que Loki renascesse sem as antigas memórias em Paris, na França, sob o nome de Serrure. É Thor que encontra a criança e revela quem ele realmente era. Na série, Kid Loki será interpretado por Jack Veal.

LOKI ORGULHOSO E ALLIGATOR LOKI

Loki Orgulho no quarto episódio O Evento Nexus
(Divulgação: Loki | Disney+)
Alligator Loki no quarto episódio O Evento Nexus
(Divulgação: Loki | Disney+)

Sabe as duas outras variantes de Loki? Elas ainda são desconhecidas do universo dos quadrinhos, portanto, vamos aguardar um pouco mais para saber melhor sobre elas.

PODAR NÃO ERA DESINTEGRAR?

Ao menos é o que imaginávamos antes de Loki ser podado por Ravonna, que acaba sendo transportado para outro local, parecendo inclusive ser uma Nova York destruída, já que um dos prédios ao fundo se assemelha muito com a torre dos Vingadores, localizada na terra dos Yankees.

E aí? Ansiosos pelo 5° episódio? Quais teorias iniciais que vocês ainda sustentam?

Continue navegando em nosso blog. Para acessar o último post publicado, clique aqui.

LINK AMAZON:

Ta pensando em aumentar sua coleção? Dá uma olhada nos produtos que selecionamos pra vocês 👆, mas se não encontrou nada do seu interesse, relaxa, você pode procurar o produtinho que você quer clicando AQUI – comprando através do nosso link, sua compra não muda EM NADA e você ainda contribui com o Raprosando

Uma jornalista um tanto quanto nerd, apaixonada por conteúdo, música, filmes, séries e afins. Fundou o blog para dividir as alegrias e as angústias de uma vida que surpreende a cada novo capítulo.

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.