Entretenimento,  Livros

Rupi Kaur eleva a voz feminina mediante poesia

Todos temos algo em que nos apegamos para tornar a travessia de tempos sombrios um pouco mais fácil. 2018 foi um ano turbulento, de conquistas sim, mas também de exaustão e perdas irreparáveis. Sempre me voltei aos livros em busca de refúgio, e desta vez não foi diferente, me encontrei segura muitas das vezes nas páginas de Rupi Kaur.

A autora e poetisa indiana, Rupi Kaur, responsável pelas obras “milk and honey”, “Outros jeitos de usar a boca” e “O que o sol faz com as flores” se tornou #1 New York Times bestselling. Em seu site oficial, a mesma diz enxergar a sua vida como uma exploração dessa jornada artística.

(“Outros jeitos de usar a boca” e “O que o sol faz com as flores” de Rupi Kaur)

Os livros de Rupi carregam poesias que denunciam a pressão social que as mulheres vivem, em vários âmbitos como amor, perdas, cura e outros temas também considerados tabu, como a vida sexual feminina. Apesar de ser uma visão particular e profunda, criou uma identificação ao redor do globo. Rupi revelou ao EL PAÍS, que inicialmente acreditava que seus livros fossem impactar apenas mulheres asiáticas e emigradas como ela, até perceber que tudo isso eram questões universais, independentemente das distinções culturais e sociais.

A intimidade com as palavras


Rupi parecer ter vivido a vida de diferentes mulheres em uma única. Em uma sociedade em que estamos estão aprendendo a usar nossas vozes e a exigir sermos ouvidas também, Rupi conforta e empodera essa coragem que esteve adormecida ou inexistente em tantas mulheres, por muito tempo. Conseguindo inclusive, transformar traumas e medos em força e flores.

(Reprodução/Facebook: Rupi Kaur)

Ler os livros de Rupi é se sentir despida, ao mesmo tempo que se encontra compreensão. Dificilmente uma mulher não conseguirá se conectar com alguns temas abordados. A visão pessoal de Rupi acaba se estendendo aos nossos olhos, mesmo quando talvez não tenhamos vivenciado tudo aquilo com tanta profundidade.

Sobre Rupi Kaur

Rupi nasceu em Panjabe, na Índia, mas emigrou ainda criança para Toronto, no Canadá. Kaur começou a desenhar aos 5 anos, inspirada pela mãe depois de ganhar um pincel como presente. Após completar sua graduação em estudos retóricos, publicou sua primeira coleção de poemas em 2014, “Milk and Honey” e vendeu mais de 1 milhão de cópias e teve sua obra traduzida para mais de 30 idiomas.

(Reprodução/Livro: Outros jeitos de usar a boca de Rupi Kaur)

Uma jornalista um tanto quanto nerd, apaixonada por conteúdo, música, filmes, séries e afins. Fundou o blog para dividir as alegrias e as angústias de uma vida que surpreende a cada novo capítulo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.