(Reprodução/Divulgação: Game of Thrones| HBO)
Entretenimento,  Série e TV

The Bells | Cersei Lannister teve o fim que merecia?

Uma das situações mais aguardadas pelos fãs de Game of Thrones, sem dúvida, foi o desfecho de Cersei Lannister (Lena Headey), a até então Rainha de Westeros, passou toda a série como uma das personagens mais inteligentes da trama, com seus planos muito bem articulados e sua frieza calculista para resolver questões que seriam evitadas por outros, principalmente quando seus filhos estiveram envolvidos. Talvez seja por isso que o fechamento de seu arco tenha sido algo tão decepcionante para muitas pessoas.

Cersei mostrou fragilidade em poucos momentos de Game of Thrones e na maioria das situações, não deixou que as circunstâncias a afetassem, pelo contrário, montou estratégias para se vingar de quem a havia prejudicado ou sua família, com exceção de Tyrion (Peter Dinklage), é claro, pelo qual sempre demonstrou desprezo e tentou por várias vezes por fim à sua vida. Uma personagem que já havia enfrentado tantas perdas, tendo visto a morte de perto algumas vezes, agindo com frieza, se apresentou desolada em sua cena final, aos prantos, dizendo que não queria morrer – uma atitude um tanto quanto inesperada vindo dela.

Vamos recapitular um pouco a história de Cersei Lannister
(Reprodução: Game of Thrones| HBO)

Quando jovem, Cersei  que era a prometida ao príncipe Rhaegar Targaryen na época, recebeu uma profecia de Maggy a Rã, uma feiticeira que realizou algumas previsões sobre seu futuro. Ela contou à jovem que ela se casaria com um rei ao invés de um príncipe (mais tarde vimos que Cersei se casou com Robert Baratheon) e que teriam 3 filhos, porém, todos eles iriam morrer (como aconteceu com Joffrey sendo envenenado, Myrcella também envenenada e Tommen que tirou a própria vida). Apesar de não ser dito na série, somente nos livros, Maggy também revelou que Cersei seria morta pelas mãos do Valonqar, que traduzindo do alto valiriano, significa “irmão mais novo”. Essa profecia a aterrorizou durante toda a vida, tendo também sido responsável pelo seu medo e ódio por Tyrion, já que o anão é o caçula. Apesar de Jaime e Cersei Lannister serem gêmeos, ele nasceu depois dela, portanto, também poderia ser o irmão mais novo citado na profecia, mas como ambos se amavam ela jamais suspeitou que ele faria algo como tirar a vida dela. Na série podemos interpretar que o desprezo de Cersei por Tyrion se dá pela morte da mãe durante o parto dele. De qualquer forma, a profecia abre margem para outras interpretações, porque a feiticeira não especificou que o irmão mais novo, seria o irmão mais novo DELA, gerando várias teorias dos fãs pela internet.

“As coisas terríveis que ela fez foi pelos filhos”

Jamie lannister

A profecia talvez tenha ajudado a moldar o caráter da personagem, já que por muitos anos vivenciou tais traumas, não do Valonqar no caso da série, já que a mesma não foi citada, como mencionado. É preciso lembrar também que Cersei não enfrentou o melhor dos relacionamentos com Robert. De qualquer forma, os fãs ainda esperavam que os showrunners pudessem seguir uma linha semelhante. Uma das maiores apostas era que Jamie fosse ser o responsável pela morte dela, principalmente após ter abandonado Winterfell no último momento, mas na realidade, o regicida realmente retornou para tentar ajudar Cersei ou morrer em seus braços; outro ponto que era mencionado por Jamie, ele dizia que gostaria de morrer nos braços da mulher amada, pelo visto D&D optaram por essa deixa.

(Reprodução: Game of Thrones| HBO)

A grande questão é, uma personagem tão singular e ácida, que apesar de todas as atrocidades que cometeu, era uma das preferidas dos fãs – aquele famoso “amor e ódio”, teve um fim não digno ou condizente com quem ela se apresentou durante toda a série. É isso que incomoda. Podemos considerar a cena ‘fofa’, mas que perde o sentido pra quem ela sempre se revelou ser. Pra quem provocou mortes horrendas como a de Oberyn e explodiu várias pessoas e os membros da família Tyrell com fogo vivo, pra quem exilou e perseguiu o próprio irmão, entre tantos outros casos, não combinava com a personagem terminar tudo com medo, amedrontada, chorando e ter um final digamos, simples ou até mesmo singelo. Já levando em consideração que a incrível Lena Headey soa quase como um desperdício na última temporada, que aparenta ter passado os 5 episódios na janela da Fortaleza Vermelha e só (mas atuou brilhantemente em todas as suas aparições) – personagem mal aproveitada para um final mal desenvolvido. Cersei Lannister sempre lutou, sempre articulou planos e saídas, sempre teve planos A, B e C e sequer desistiu após a perda dos três filhos e do pai. Os atores não decepcionaram, mas o roteiro? Muito.

Game of Thrones | 8ª Temporada - Prévia do 5º Episódio

Confira nosso último texto no blog sobre Game of Thrones, clicando aqui

Uma jornalista um tanto quanto nerd, apaixonada por conteúdo, música, filmes, séries e afins. Fundou o blog para dividir as alegrias e as angústias de uma vida que surpreende a cada novo capítulo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.