Entretenimento

Identificar pessoas tóxicas e dar adeus a elas é um ato de bravura

Em quantos buracos sombrios nos enfiamos na tentativa de salvar outras pessoas e acabamos deixando a nós mesmos à deriva? Muitas das vezes por causa de pessoas que sequer valem a pena toda a devoção que temos por elas, e talvez a culpa disso seja sua. Calma, calma, calma, claro que você não pode se responsabilizar pelos erros de terceiros, mas pode se culpar por equiparar os seus sentimentos aos dos outros. Temos uma mania bizarra de achar que as pessoas sentem como nós, da mesma forma ou na mesma intensidade, mas aí analisa de quem é o erro por isso? Todo seu. Afinal de contas, não somos iguais. Não. Não somos iguais, estamos todos bem longe de sermos. Nossos rascunhos de vida são diferentes, nossos privilégios e a falta deles também, nossa relação com a família e com os amigos, que são também responsáveis por moldar nosso caráter e criar belas e más experiências também dependem de tudo isso. Ta, mas só isso? Não. Cada um sabe o peso dos próprios calçados. Cada um sabe lidar com os próprios demônios. Cada um sabe onde mais dói seus traumas. Cada um … é cada um. A vida é assim, ela nos surpreende a cada novo capítulo.

É desgastante quando vivenciamos uma desavença e decidimos nos afastar de pessoas que não significavam muito em nossas vidas, mas ter que fazer isso com alguém próximo, dói, dói muito, mas às vezes é necessário, e por questão de sobrevivência, porque a vida é curta demais pra viver sendo infeliz, se deixando ser sugado ou se envenenando com quem já não nos agrega em nada. Por muito tempo os livros foram os meus melhores amigos, e crescer vendo a força e a grandeza de amizades como J.K.Rowling descrevia parecia literalmente, mágico. Esse é o problema de ser intensa. Nunca fiz nada para alguém esperando receber tudo na mesma intensidade, mas sim, esperei algo em troca, mesmo que por vezes o mínimo de atenção e o erro… advinha? Todo meu. Mas se há algo que aprendi ao longo dos anos é que ninguém faz nada para ninguém sem de fato esperar algo em troca. Todos fazemos. Seja na troca do mesmo afeto, seja pela consciência, seja por medo, seja por carma, seja por respeito, seja por se preocupar demais e achar que a preocupação poderia ser recíproca … enfim… humanos.

DIZER ADEUS DÓI, MAS ÀS VEZES É NECESSÁRIO

Crescer dói, as responsabilidades nos apavoram, mas ver as pessoas partindo é o que mais deixa um vazio. Por muitos anos me subjuguei de uma forma tão drástica ao ponto de não me reconhecer. Me doei tanto que me esqueci. Troquei a mim mesma por outros, porque na minha cabeça era o certo a se fazer, até perceber que havia me perdido no meio do caminho. Levou anos até perceber o quão tóxica a maior parte das pessoas que me cercavam eram, e acredite, nem elas mesmas percebiam o quanto me faziam mal ou ainda percebem. As pessoas tendem a esquecer facilmente o que você já fez por elas, o quanto você esteve lá quando mais ninguém queria estar, porque elas poderiam, mas só escolheram não estar. As pessoas te veem como uma simples moeda de troca, suja e descartável.

Todos temos nossos próprios fantasmas, nossos sonhos e medos e está tudo bem. Em alguns momentos seus sonhos, medos, hobbies, prazeres, etc, vão bater com algumas pessoas, outras não. E ninguém tem culpa por isso. As vezes ficamos com medo de não soltar o osso, porque já nos conhecemos há tanto tempo, não é mesmo? Desde a infância ou na época da escola, ou aqueles amigos do cursinho, da faculdade, daí você analisa: cara, mas a gente se dava tão bem! Nós éramos tão amigos. Onde foi parar tudo isso? E quando analisamos de amigos, fomos a colegas ou meros desconhecidos. Acontece. Mas em respeito ao passado vamos mantendo aquela corda ali, amarrada, em nome do quê? Do passado? Pra quê? Por quem? Se tudo aquilo não faz mais bem para nenhum dos lados? Ninguém precisa brigar, se odiar, são coisas da vida. Não dá pra cobrar o coleguinha a fazer o que você quer porque VOCÊ e SÓ VOCÊ quer e ele não. Se você não está disponível para se doar pelo outro, não há como cobrar que ele também faça isso por você, principalmente em nome de algo que não existe mais. Porque spoiler alert: vocês não são mais o que eram antes e está tudo bem.

PESSOAS TÓXICAS NEM SEMPRE SÃO PESSOAS DISTANTES

Vivemos uma era de egoísmo no seu mais alto cargo, gerando um número alto de pessoas tóxicas. Muitas delas não querem saber sobre a sua vida, não querem entender os seus problemas ou contratempos, mas elas sabem cobrar como ninguém, especialmente pelo o que não fazem pelo próximo. As pessoas querem saber o que você pode oferecer a elas, ou num piscar de olhos você se torna alguém descartável (O PRÓXIMO DA FILA POR FAVOR!). Algumas só vão se lembrar de você quando somente você souber fazer ou oferecer o que elas precisam, assim como aquelas que só se lembram que seu telefone ainda está na agenda porque você era a única pessoa que tinha saco para aturá-la reclamar e reclamar, mas era a primeira a riscar seu nome nos momentos de deleite. Quando alguém não te agrega em nada ou te faz mais mal do que bem, é hora de colocar um basta. Pelo bem de ambos os lados. Todo mundo merece ser livre, se encontrar e viver bem. E se engana quem imagina que toxicidade existe apenas com desconhecidos ou pseudo-amigos, muitas vezes ela divide sangue e pode inclusive estar dentro de casa. Aliás, a pessoa tóxica pode ser você! Tem analisado o seu comportamento com os demais ou seu egoísmo tem te blindado de enxergar isso também?

Os caminhos estão à frente. Se apegar ao passado só dói. Guarde as boas lembranças, agradeça, mantenha suas amizades vivas quando se tem um laço entre elas, quando não há mais nada que as amarre, deixe-as ir. O respeito vira decepção num instalar de dedos. Seja grato pelo bom o que você fez e pelo o que fizeram por você. Temos 7 bilhões de pessoas no mundo! SETE FUCKING BILHÕES! E você querendo mesmo ficar preso por quem está pouco se fodendo pra sua existência? Deixa os coleguinhas pedirem favores aos novos coleguinhas deles. Não vale a pena viver carregando pessoas tóxicas nas costas como se fossem bagagens.

A vida é pra frente e ela começa agora – sem pesos mortos.

Se você me quer em sua vida, coloque-me nela.
Eu não deveria estar lutando por uma posição.
Frida Kahlo

Uma jornalista um tanto quanto nerd, apaixonada por conteúdo, música, filmes, séries e afins. Fundou o blog para dividir as alegrias e as angústias de uma vida que surpreende a cada novo capítulo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.