(Divulgação: Maurício de Souza Produções Cinematográficas)
Entretenimento,  Filmes

Turma da Mônica: Laços | Crítica

Quando se trata de algo que mantemos um carinho especial e que cresceu conosco, o sentimento que nasce de uma notícia dizendo que vão adaptar este material em um filme live-action é receio. Mas desde o primeiro teaser o que ficou foi um grande calor no coração e Turma da Mônica: Laços não decepciona, pelo contrário, impressiona os fãs que antes mantinham um pé atrás com a adaptação de um dos maiores legados da cultura brasileira.

O filme é baseado na HQ Laços, de Vitor e Lu Cafaggi, que apesar de manter a mesma história, se aproxima estruturalmente mais do universo de Maurício de Souza. Os fãs de longa data da Turma da Mônica vão facilmente reconhecer o famoso bairro Limoeiro e os demais personagens do universo de MSP além dos protagonistas, como o Louco, Titi, Aninha, Xaveco, Jeremias, Maria Cascuda, Quinzinho, etc.

(Reprodução: Turma da Mônica: Laços | Graphic MSP)
(Reprodução: Turma da Mônica: Laços | Graphic MSP)

A ESCOLHA DE ELENCO FOI ESSENCIAL PARA O RESULTADO DO FILME

Não podemos deixar de ressaltar a importância do elenco principal no resultado final do filme. Foi incrível reconhecer nossos personagens favoritos com os atores que foram escolhidos a dedo. Giulia Benite (Mônica), Kevin Vechiatto (Cebolinha), Gabriel Moreira (Cascão) e Laura Rauseo (Magali) compõem o quarteto perfeito com uma ótima química para vivenciar as aventuras de seus papéis. Destaque para Gabriel e Laura que despertam muitas risadas no público com um senso de humor que atinge crianças e adultos. Maurício de Souza também faz uma pequena aparição no filme, o que automaticamente nos abre um sorriso no rosto, como espécie de agradecimento por ter marcado nossa infância de forma tão bonita e que agora fará o mesmo pelas novas gerações.

O longa está cheio de easter eggs e piadas que as crianças não vão entender, mas os adultos vão captar e dar boas risadas, despertando sua criança interior que por vezes pode ter estado adormecida. Percebe-se de longe que o filme foi feito de fã para fãs e que tiveram muita cautela e carinho para produzi-lo. A trilha sonora de Fábio Goés é essencial, emocionante, precisa e agrega muito ao contar a história.

(Divulgação: Maurício de Souza Produções Cinematográficas)
(Reprodução: Maurício de Souza Produções Cinematográficas)

Turma da Mônica Laços é um filme notoriamente voltado para crianças, mas também atinge em cheio o coração dos adultos que carregam o patrimônio de Maurício de Souza no coração ou que nunca deixaram de acompanhar suas obras com o tempo. A inocência é uma delícia de se assistir em tela, os adultos vão dar risada como as crianças e vão se emocionar igualmente (ou até mais). A adaptação comandada por Daniel Rezende é um presente para o cinema nacional e nos deixa na torcida para que Laços tenha sido apenas o ponta pé para novos projetos da MSP.

Continue navegando em nosso blog. Para acessar o último post publicado, clique aqui.

Nota:

TRAILER:

Uma jornalista um tanto quanto nerd, apaixonada por conteúdo, música, filmes, séries e afins. Fundou o blog para dividir as alegrias e as angústias de uma vida que surpreende a cada novo capítulo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.